26 setembro 2013

assobios



é ele que se espalha e nos rodeia,
abraça-nos com ventos opostos e somos todos confrontados com estrelas no nariz.
podia despender-se de tal trabalho e corria só de noite,
embalar-me-ia e ninguém o impedia..

Sem comentários:

Enviar um comentário